Como Surgiu o Nome de “Lago”

A primeira referência a Lago aparece nas inquirições de 1220. As de 1290 chamam-lhe já “Freguesya de Lago” no couto de Rendufe. Em 1528 São Martinho de Lago encontrava-se anexa a Rendufe passando depois a reitoria. Em 1852 pertence à comarca de Pico de Regalados e ao concelho de Amares.

Em 1878 transita para a comarca de Amares. Finalmente, pelo decreto nº 13917 de 9 de Julho de 1927, mantêm-se no concelho de Amares mas passa para a comarca de Vila Verde. Era formada pelos lugares de Barral, Bico, Cruzes, Fonte-Covas, Igreja, Outeiro, Paço, Ponte, Ribeira, Santa Marta, Telhado, Telheira, Veiga e Vila Nova.
Existiu na freguesia um solar duma família nobre, que floresceu desde o reinado de D. Afonso II, e do qual foi rico-homem Gomes Gonçalves do Lago. Os Lagos são, uma família de origem portuguesa que viveu na região de Entre Homem e Cávado. Segundo a tradição, tal família tomou o apelido de Lago por viver no chamado Solar da Quinta do Lago, numa terra próxima de um lago.

Trata-se, no entanto, de uma terra antiga, e o seu nome virá, segundo alguns estudiosos de, em tempos pré-históricos, à sua área ser encharcada, já devido à natureza acidentada do terreno, já por se tratar de um vale e sítio de confluência de dois rios o Cávado e Homem.

No que diz respeito ao património imobiliário, Lago tem boas propriedades e, no passado, algumas transitaram de abastados agricultores descaindo para as mãos de comerciantes e industriais videirinhos. Lago também possui casas de habitação muito antigas, algumas remontando ao século XVIII. Infelizmente a maioria dessas moradias não resistiu ao tempo e algumas encontram-se em vias de desaparecimento.

A freguesia de Lago está inserida no núcleo rodoviário Braga-Caldelas-Gerês.

Esta freguesia dispõe de diversas zonas de praias fluviais, sendo a mais conhecida a “praia fluvial de Felinhos – Lago”.

Lago goza ainda de uma intensa beleza paisagística e oferece alguns pontos interessantes no que diz respeito a monumentos, nomeadamente a Ponte do Bico, Igreja Paroquial de Lago, Capela de Santa Ana, Capela de Santa Marta, Capela do Sr. da Saúde e estação Arqueológica de Lago conhecido como Monte do Picoto.